Prefeitura de Maringá
Policial

Atingida por tiros durante execução em Sarandi, cachorra da raça pit bull morre após cirurgia

A cachorra da raça Pit bull que foi baleada em um homicídio em Sarandi, na madrugada de ontem sexta-feira (19), morreu neste sábado (20).

Um homem de 25 anos foi morto e a cachorra ficou ferida por disparos de armas de fogo. A cachorra que atendia pelo nome de “Bel”, ficou ferida ao tentar avançar nos atiradores. Bel foi levada pela ONG – Sociedade Protetora dos Animais de Sarandi, até uma clínica veterinária, mas infelizmente ela perdeu muito sangue e acabou morrendo.

Em uma publicação no facebook uma das coordenadoras da ONG, lamentou a morte do animal.

“É com muita dor no coração que comunico a todos que a Bel a cachorra que tentamos salvar não resistiu e acabou virando estrelinha, chegou a ser operada mas teve parada cardíaca, perdeu muito sangue infelizmente estamos todos tristes por não ter conseguido ! Agradeço a Dra Mayara Pieraço e o Dr. Rafael Fregadolli pela atenção e carinho ! A Bel foi uma guerreira e morreu, tenho certeza para defender sua família! Dalva Freitas

Muita luta, mas agradeço a Deus por colocar pessoas boas pra ajudar no abrigo! Obrigado a todos os voluntários por estar com a gente! Quer ajudar e só me chamar 44 – 98831-0964.

Dois suspeitos do crime foram presos, após uma operação conjunta da Polícia Civil, Polícia Militar e Guarda Municipal que abordou e conduziu para a Delegacia de Polícia Civil, cinco suspeitos do homicídio de Jhonathan Felipe, de 25 anos, o vulgo Jow Jow, em Sarandi.

O assassinato aconteceu na madrugada na madrugada de ontem sexta-feira (14), na Rua Coxim, bairro Jardim Esplanada. Os criminosos atiraram cerca de 30 vezes contra a vítima. A investigação aponta que o crime provavelmente foi motivado por uma disputa pelo tráfico de drogas.

Os suspeitos estavam escondidos em uma casa localizada na Rua Josefina Maria de Jesus, no Jardim Independência, em Sarandi. Uma denúncia anônima apontava o possível paradeiro dos suspeitos.

Rapidamente as equipes de segurança de Sarandi, se organizaram e com apoio da equipe do Pelotão de Choque de Maringá, o imóvel foi invadido. Quatro homens e um adolescente foram abordados e na residência foi encontrado um revólver em cima do telhado residência, um simulacro, além de drogas e dinheiro.

Dois dos cinco detidos, teriam participado do crime. Um deles assumiu ser o motorista do carro utilizado pelos criminosos, e o outro negou participação na execução. Diante dos fatos todos foram encaminhados para a Delegacia de Polícia Civil de Sarandi, porém apenas dois ficaram presos.

O delegado doutor Adriano Garcia, destacou o trabalho conjunto das forças de segurança de Sarandi, para a prisão dos envolvidos. Apesar da vítima (jow, jow) ter envolvimento no mundo do crime, inclusive assassinatos, a polícia não vai descansar enquanto não colocar todos os assassinos atrás das grades.

Relembre o caso!

A Polícia Militar de Sarandi encontrou no final da manhã desta sexta-feira (19) o carro que pode ter sido usado para matar Jhonathan Felipe, de 26 anos, o vulgo Jow Jow, durante a madrugada de hoje.

O carro foi encontrado no final da Rua Mário Gealh, no Jardim Ibirapuera, em Maringá. No interior do veículo os policiais encontraram cartuchos deflagrados de pistolas 9mm e 380. O carro deve passar por perícia. O delegado de Sarandi, doutor Adriano Garcia, está no local. Assim que possível todos os detalhes.

O crime

Um jovem de 25 anos foi executado a tiros em Sarandi, na madrugada desta sexta-feira (19). de acordo com a polícia, o jovem dormia ao lado da esposa e da filha de três anos quando teve a casa invadida e foi alvejado.

O crime aconteceu por volta das 5h em um imóvel que fica localizado na Rua Coxim, bairro Jardim Esplanada. Segundo a Polícia Civil, o jovem dormia quando dois homens armados, derrubaram o portão com um carro, atiraram em um cachorro da raça Pit bull, invadiram a casa e começaram a disparar contra Jhonathan Felipe, de 26 anos, o vulgo Jow Jow, que estava deitado ao lado da filha e da esposa. Inclusive de acordo com os socorristas a criança e a esposa ficaram sujas de sangue. A vítima fazia o uso de tornozeleira eletrônica.

Ele foi alvejado por diversos disparos, a maioria na cabeça, e não resistiu aos ferimentos morrendo no local. A equipe médica do SAMU, compareceu no local e atestou o óbito. O cachorro ficou ferido, porém não corre risco de vida.

Antes de fugir, os criminosos realizaram tiros, na frente da residência e ao longo da rua em forma de comemoração pelo crime executado. No local foram recolhidos cartuchos deflagrados de pistolas 9mm e 380. O local foi isolado pela Polícia Militar e pela Guarda Municipal.

Jow Jow, era considerado de alta periculosidade. No ano de 2017 ele foi preso pela morte de Alexandre Yves Boa Sorte, de 22 anos, morto na frente da esposa e do filho em um bar localizado no Jardim Triângulo, também em Sarandi.

Também em 2017 ele foi preso pela morte Danilo Pereira Bueno, 30 anos, que foi morto de forma brutal e covarde, enfrente da mulher e do filho do casal, um menino de 5 anos.

Após o trabalho da perícia, o corpo foi recolhido e encaminhado ao Instituto Médico Legal de Maringá.

O delegado doutor Adriano Garcia, compareceu no local, e destacou a importância da ajuda da comunidade para auxiliar nas investigações.

Veja as Fotos

Fotos de Atingida por tiros durante execução em Sarandi, cachorra da raça pit bull morre após cirurgiaFotos de Atingida por tiros durante execução em Sarandi, cachorra da raça pit bull morre após cirurgiaFotos de Atingida por tiros durante execução em Sarandi, cachorra da raça pit bull morre após cirurgiaFotos de Atingida por tiros durante execução em Sarandi, cachorra da raça pit bull morre após cirurgiaFotos de Atingida por tiros durante execução em Sarandi, cachorra da raça pit bull morre após cirurgiaFotos de Atingida por tiros durante execução em Sarandi, cachorra da raça pit bull morre após cirurgiaFotos de Atingida por tiros durante execução em Sarandi, cachorra da raça pit bull morre após cirurgiaFotos de Atingida por tiros durante execução em Sarandi, cachorra da raça pit bull morre após cirurgiaFotos de Atingida por tiros durante execução em Sarandi, cachorra da raça pit bull morre após cirurgiaFotos de Atingida por tiros durante execução em Sarandi, cachorra da raça pit bull morre após cirurgiaFotos de Atingida por tiros durante execução em Sarandi, cachorra da raça pit bull morre após cirurgiaFotos de Atingida por tiros durante execução em Sarandi, cachorra da raça pit bull morre após cirurgiaFotos de Atingida por tiros durante execução em Sarandi, cachorra da raça pit bull morre após cirurgiaFotos de Atingida por tiros durante execução em Sarandi, cachorra da raça pit bull morre após cirurgiaFotos de Atingida por tiros durante execução em Sarandi, cachorra da raça pit bull morre após cirurgia

Mustang Auto Peças CARINA-PAULINHO Rita Marmita Auto Mecânica Bachega mafra RT-TRACK

Theddy Gonçalves

O Plantão Maringá é um site fundado no final de 2017, pelo repórter cinematográfico Theddy Gonçalves que se especializou em notícias policiais.

Veja Também:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, desative seu bloqueador de anúncios para continuar navegando em nosso site. Obrigado!