Prefeitura de Maringá
Homicídio

Polícia Civil apreende adolescentes suspeito de matar jovem a tiros em Sarandi

Ao escutar os gritos de socorro do filho, num momento de desespero, a mãe se armou com um pedaço de madeira e atacou os atiradores

Investigadores da Polícia Civil de Sarandi, sob o comando dos Delegado Adriano Garcia e William Araújo, apreenderam na tarde desta terça-feira (08), os principais suspeitos de matarem Marlon Cássio Massarutti, de 19 anos, na Rua dos Pinheiros, no bairro Jardim Monte Rey. O crime foi solucionado em menos de 24 horas.

De acordo com o Delegado Doutor William Araújo, um dos adolescentes assumiu a autoria do crime. O menor contou que estava sendo ameaçado pela vítima a vários dias e no dia que antecedeu o crime, quase foi atropelado por Marlon Cássio.  As armas utilizadas no crime não foram localizadas.

Um dos menores já estava sendo investigado pela polícia, por outros crimes na cidade, inclusive por ostentar nas redes sociais fotos de armas de fogo.   

O crime 

Um rapaz foi executado na madrugada desta terça-feira (08), na Rua dos Pinheiros, no bairro Jardim Monte Rey, em Sarandi. Marlon Cássio Massarutti, de 19 anos, já havia sofrido uma tentativa de homicídio há cerca de uma semana.  De acordo com informações da Guarda Civil Municipal, a equipe estava passando pela rua quando foram abordados pela mãe da vítima que pediu socorro. Segundo ela, dois homens armados invadiram o imóvel e atiraram contra o filho dela. 

Uma equipe do Corpo de Bombeiros e a equipe médica do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), foram acionados, porém o rapaz morreu no interior da ambulância do Siate, enquanto estava recebendo os primeiros atendimentos.  

A mãe relatou aos agentes, que momento antes do crime, a família estava comemorando o aniversário do irmão de Marlon. Após os parabéns todos foram dormir. Algumas horas depois dois homens de capacetes chegaram, arrombaram a porta da casa e foram até o quarto onde a vítima estava dormindo. Ao escutar os gritos de socorro do filho, num momento de desespero, a mãe se armou com um pedaço de madeira e atacou os atiradores. Um dos suspeitos chegou a deixar um capacete para trás. Marlon foi atingido nas costas e nos ombros.  Antes de morrer ele chegou a dizer aos policiais o nome dos autores.

Equipes da Polícia Militar estiveram no local e isolaram a cena do crime até a chegada do Instituto de Criminalística.  Após o trabalho do perito, o corpo foi recolhido e encaminhado ao Instituto Médico Legal de Maringá. 

No dia 31 de julho, Marlon Cássio já havia sofrido uma tentativa de homicídio. Ele estava na frente da residência quando foi atacado por um homem com golpes de faca. Na ocasião ele sofreu ferimentos graves e não quis repassar informações sobre o autor do crime.

 

Mustang Auto Peças CARINA-PAULINHO Rita Marmita Auto Mecânica Bachega RT-TRACK

Theddy Gonçalves

O Plantão Maringá é um site fundado no final de 2017, pelo repórter cinematográfico Theddy Gonçalves que se especializou em notícias policiais.

Veja Também:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, desative seu bloqueador de anúncios para continuar navegando em nosso site. Obrigado!