Prefeitura de Maringá
Policial

Três suspeitos de executar homem com tiros de fuzil em Maringá são presos em Londrina 

Após uma ação em conjunto que mobilizou Policiais Militares do 04°BPM através do serviço reservado (P2), setor de inteligência da Polícia Rodoviária Federal (PRF), Policiais do Pelotão de Choque de Londrina e investigadores da Delegacia de Homicídios e Proteção a Pessoa de Maringá (DHPP), três homens suspeitos de terem envolvimento em uma execução registrada na manhã desta terça-feira (30) na Vila Bosque em Maringá, foram presos na cidade de Londrina. O assassinato ocorreu por volta das 07h30 da manhã, na Avenida São Paulo, ao lado do condomínio que a vítima residia.

Kauê Eliseu Costa de 26 anos, foi executado com mais de trinta tiros de pistola e fuzil. Parte da ação praticada pelos criminosos, foi flagrada por câmeras de segurança. Segundo relatos de testemunhas, os atiradores usavam dois automóveis – um deles um Fiat Siena preto. O carro preto foi encontrado em chamas na Vila Marumbi. A PCPR informa que o automóvel não tem queixa de furto ou roubo.

Logo após o crime, as forças de segurança deram início ao trabalho investigativo, porém, de forma integrada – trocando informações. Na cena do homicídio,  policiais militares e agentes da DHPP, descobriram que a vítima era natural de Curitiba, e contava com uma extensa ficha criminal. Porém, segundo relatos da esposa de Kauê, o casal mudou para Maringá devido as ameaças que vinham sofrendo na capital paranaense.

Primeiro eles foram para a região norte do país, e aproximadamente um ano estavam residindo na região noroeste do Paraná. Kauê tinha antecedentes criminais por tráfico de drogas, roubo e porte ilegal de arma. A princípio ele teria tido uma desavença com integrantes de uma facção da capital. A vítima também era suspeita de ter cometido um crime de homicídio na região metropolitana de Curitiba. Há dois anos atrás, o irmão de Kauê também foi executado. A execução ocorreu em São José dos Pinhais.

Nesta terça-feira (30), o rapaz teria recebido uma mensagem de um suposto conhecido. Ao sair do condomínio para atender esse suposto colega, ele foi surpreendido pelos assassinos.

PRISÃO – O trio suspeito da execução foi encontrado durante a noite em um dos bairros de Londrina, após uma troca de informações do 04°BPM e agentes da PRF. Através do sistema de monitoramento de vários municípios, e câmeras de segurança instaladas em rodovias das regiões norte e noroeste do estado, a Polícia Rodoviária Federal conseguiu identificar os veículos usados pelos criminosos, sendo um Fiat Siena preto, encontrado queimado logo após o crime e um outro carro do mesmo modelo, porém na cor prata.

No momento da abordagem, os suspeitos ocupavam o Fiat Siena prata, que foi visto trafegando na rodovia juntamente com o Siena preto. No carro nada de ilícito foi localizado. Porém em ato contínuo a abordagem, em uma chácara, os policiais militares lograram êxito na localização, de um fuzil calibre 556, duas pistolas calibre 09 milímetros, um colete balístico, diversos carregadores, munições, placas automotivas – inclusive uma delas com os mesmos dados da placa do carro encontrado queimado e máscaras.

Ao serem interrogados a respeito da autoria da execução, eles negaram qualquer envolvimento no assassinato. O caso segue sob investigação por parte da DHPP de Maringá. Existe a possibilidade de ocorrer novas prisões nas próximas horas.

O CRIME

A Polícia Civil de Maringá através da Divisão de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP), está investigando uma execução registrada por volta das 07h30 da manhã desta terça-feira (30), na Vila Bosque. Kauê Eliseu Costa de 26 anos, foi assassinado com mais de 20 tiros de pistola calibre 09 milímetros e fuzil 556.

O homicídio aconteceu na Avenida São Paulo, a poucos metros de uma escola municipal. Na hora dos tiros, alunos chegavam na instituição de ensino. Kauê era natural de Curitiba, e aproximadamente um ano estava residindo em Maringá. Segundo a esposa da vítima, o marido que contava com uma extensa ficha criminal, vinha sofrendo diversas ameaças.

Devido a essas ameaças, o casal decidiu mudar para Maringá. Hoje o rapaz teria recebido uma ligação de um suposto conhecido. Ao descer do apartamento e sair do condomínio onde morava, ele foi surpreendido por um grupo de homens armados. Os criminosos ocupavam dois automóveis, entre eles um Fiat Siena preto.

Uma câmera de segurança flagrou a vítima saindo do condomínio e logo na sequência é possível ouvir os estampidos dos disparos. Depois o vídeo mostra os atiradores fugindo. Um dos veículos usados pelos assassinos, foi encontrado em chamas na Vila Marumbi. O carro foi totalmente carbonizado.

O Siena tem placas de Rio Branco do Sul e não consta com queixa de furto ou roubo. Após o trabalho da perícia, o automóvel foi apreendido e encaminhado para o pátio da 09°SDP.

Mustang Auto Peças CARINA-PAULINHO Rita Marmita Auto Mecânica Bachega mafra RT-TRACK

Theddy Gonçalves

O Plantão Maringá é um site fundado no final de 2017, pelo repórter cinematográfico Theddy Gonçalves que se especializou em notícias policiais.

Veja Também:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, desative seu bloqueador de anúncios para continuar navegando em nosso site. Obrigado!